Março Lilás e o trabalho voluntário da Mão Amiga

Mais que especial para as mulheres, março é também o mês de conscientização sobre o câncer de colo do útero. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cancerologia (SBC), este tipo de câncer é considerado o quarto tipo mais comum entre mulheres de 45 a 49 anos. Está associado à infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV), doença sexualmente transmissível de maior incidência no mundo, que pode ser prevenida com a utilização de preservativos, a vacinação contra o HPV e a realização de exames de Papanicolau, a partir dos 25 anos.

A vacinação é oferecida gratuitamente desde 2017. De acordo com o Ministério da Saúde, o público-alvo é formado por garotas de 9 a 13 anos de idade, não deixando de abranger também os meninos de 11 a 14 anos, pessoas que vivem HIV e pessoas transplantadas na faixa etária de 9 a 26 anos.

O exame de Papanicolau também é essencial para a detecção precoce do câncer do colo de útero. Se realizado periodicamente, pode facilitar o diagnóstico antecipado e, assim, propiciar a cura em quase a totalidade dos casos. “Faça sempre os exames preventivos. Pequenos cuidados fazem diferença a longo prazo. Em caso de dúvidas, você pode entrar em contato com a Mão Amiga. Nossas voluntárias estão à disposição para fornecer orientações”, afirma a presidente da Mão Amiga, Lourdes Giacobo.

Além do trabalho orientativo de prevenção ao câncer, a Mão Amiga conta com sua Casa de Apoio, onde de segunda a sexta-feira serve almoço às 12 horas. Além disto, durante a semana, grupos de voluntárias vão ao CEONC – Hospital do Câncer de Francisco Beltrão convidar pacientes e acompanhantes de outros municípios para almoçar e descansar na Casa.

Com a instalação da radioterapia no CEONC, a Casa de Apoio Mão Amiga está disponibilizando também quartos e alimentação aos pacientes de outros municípios que não têm condições de retornar para suas casas em razão do tratamento. Os quartos ficam disponíveis de segunda a sexta-feira. Há uma cuidadora que permanece no local para atender os pacientes.

O trabalho desenvolvido pela Mão Amiga envolve um custo significativo, por isto conta com a contribuição de voluntários, colaboradores, empresas, Rotary Club, além dos Programas Nota Paraná e Mesa Brasil, dentre outros. “A Pessoa física que deseja ajudar a Casa de Apoio Mão Amiga pode participar do Projeto Contribuição Solidária com a doação mensal, no valor mínimo de R$ 20,00. Já a Pessoa Jurídica pode contribuir por meio do Projeto Empresa Amiga, com o valor mensal de R$ 200,00. Em contrapartida, ela recebe 40 selos com o logo da Mão Amiga para divulgar que faz parte desse projeto tão especial”, detalha Lourdes.

Para mais informações sobre: (46) 2601-0666 / 9 9980-9666.

Conteúdo publicado pela Mão Amiga – Grupo Beltronese de Combate ao Câncer, em 11 de março de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *