LIVE da FEMAMA relaciona violência doméstica e câncer de mama como um fator de risco

Quando falamos em saúde, os fatores de risco podem ser qualquer situação que expanda a probabilidade de ocorrência de uma doença.  A cada estudo, novos fatores, modificáveis ou não modificáveis, são descobertos, seja de produtos consumidos e estilos de vida que podem ter uma relação direta ou indireta no aumento das chances de uma pessoa desenvolver uma doença.

Com relação ao câncer de mama, recentemente a Dra. Cristiana Tavares trouxe à tona mais um fator que pode estar relacionado com o seu surgimento: a violência doméstica, seja ela física ou psicológica.

Foram entrevistadas, para a dissertação de mestrado da médica, 200 mulheres. Destas, 84 descobriram a doença após terem sido agredidas pelos maridos ou namorados. Isso representa 42% dos casos analisados. “Uma mulher que sofre uma violência crônica tem baixa de autoestima e começa a se questionar sobre valores e incertezas. Isso pode desestabilizar o sistema imunológico. Há uma baixa das defesas do organismo pelo estresse”, destaca a médica. 

Para abordar este tema e abrir a discussão, a FEMAMA convida a médica responsável pela pesquisa,  Dra. Cristiana de Lima Tavares, Oncologista do HUOC – UPE e Rede D’Or Recife, especialista pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, Perita Forense em Oncologia, Professora de Oncologia e Doutoranda em medicina translacional, para a LIVE do dia 04 de novembro, às 17h.

Junto a ela, as convidadas Lucy Ghirardini Bonazzi, Psicóloga Clínica, com atuação na área de oncologia,  da equipe  do Serviço de Mastologia do Hospital Moinhos de Vento, Vice Presidente Voluntária e Coordenadora de Grupo de Psicoterapia para paciente com câncer de mama no Imama RS e Regina Célia Barbosa, Gerente de Causas do Instituto Avon – Filósofa e mestra em Ciência Política pela Universidade Federal de Pernambuco, doutoranda em Direito, Justiça e Cidadania para o Séc. XXI pela Universidade de Coimbra/Portugal e em Educação pela FUNIBER, co-fundadora e Vice Presidente do Instituto Maria da Penha.

A moderação ficará por conta de Mariana Lorencinho, Relações Públicas e coordenadora da causa do Câncer de mama do Instituto Avon.

A LIVE tem investimento social da Lilly, Mentor e Pfizer

Data: 04/11/2021

Hora: 17h

Local: YouTube da FEMAMA

Informações postadas pela FEMAMA – Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama, em 03 de novembro de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *